UGT


Home  >  Notícias
Home  >  Notícias

NOTÍCIAS

Caixa abre mais cedo nesta quinta para saques do FGTS inativo


13/04/2017

A Caixa Econômica Federal anunciou que 1.305 de suas agências abrirão duas horas mais cedo nesta quinta-feira (13) para atendimento e saque de contas inativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). Nos locais em que os bancos abrem às 9h, a Caixa abrirá a partir das 8h e o fechamento acontecerá às 16h.

A lista com a relação de agências com horário diferenciado está disponível no site da Caixa.

 

Para facilitar o atendimento, os trabalhadores devem ter em mãos o documento de identificação e Carteira de Trabalho, ou outro documento que comprove a rescisão de seu contrato de trabalho. Para valores acima R$ 10 mil, é obrigatória a apresentação desses documentos.

 

Desde o anúncio do saque das contas inativas, mais de 1,8 mil agências foram abertas em dois sábados: dias 18 de fevereiro e 11 de março. Já no último sábado (8) foram abertas mais de 2,1 mil agências no primeiro dia do saque do calendário para quem nasceu em março, abril e maio. Os demais sábados em que agências abrirão das 9h às 15h serão dias 13 de maio, 17 de junho e 15 de julho.

 

Saques de R$ 12,3 bilhões

A Caixa pagou até esta quarta-feira (12) mais de R$ 12,3 bilhões para cerca de 8 milhões de trabalhadores com recursos nas contas inativas do FGTS até 31 de dezembro de 2015. O cálculo considera a soma das fases liberadas até o momento.

 

Na segunda fase de saques das contas inativas, o valor pago desde o último sábado (8) alcançou R$ 6,2 bilhões, o equivalente a 55% do total dos R$ 11,2 bilhões previstos na segunda fase. O valor inclui também os créditos em conta realizados no sábado (8).

 

O número de trabalhadores nascidos em março, abril e maio que já sacaram os recursos das contas do Fundo referente à MP 763/2016 superou 4,3 milhões e representa 56% dos 7,7 milhões de pessoas nascidas no período.

 

Na primeira fase das retiradas, a Caixa registrou o pagamento de mais de R$ 6,1 bilhões relativos às contas inativas do FGTS para os 3,7 milhões trabalhadores nascidos em janeiro e fevereiro de acordo com a MP 763/2016. O valor equivale a 88% do total inicialmente previsto (R$ 6,96 bilhões) e aproximadamente 77% dos trabalhadores (4,8 milhões).

 

Abril é o mês com mais saques de contas inativas do FGTS. De todos os trabalhadores que podem sacar o benefício, 26% devem fazer a retirada neste mês. Já o mês com a menor proporção é julho, com 8%. Março tem 16% do total, maio e junho, 25% cada.

 

Segundo a Caixa, as pessoas que não conseguirem fazer a retirada do dinheiro dentro do seu mês do calendário e nem até 31 de julho não conseguirão fazer o saque em outra data.

 

Quem pode sacar

Tem direito a sacar o dinheiro do FGTS quem pediu demissão ou foi demitido por justa causa até 31/12/2015. Uma conta fica inativa quando deixa de receber depósitos da empresa devido à extinção ou rescisão do contrato de trabalho. O trabalhador, no entanto, não pode sacar o FGTS de uma conta ativa, ou seja, que ainda receba depósitos pelo empregador atual.

 

De acordo com o governo, são mais de R$ 43 bilhões parados nessas contas inativas e o governo calcula que, desse total, R$ 34 bilhões serão sacados pelos trabalhadores.

A Caixa Econômica Federal disponibilizou o site exclusivo para informações e consultas de saldos somente das contas inativas: www.caixa.gov.br/contasinativas, e o telesserviço 0800 726 2017. O interessado pode ainda acessar as informações pelo aplicativo da Caixa, mas nesse caso aparecerão também as contas ativas do FGTS.

 

Fonte: G1

 


Categorizado em: Geral,



logo

Sindicato dos Comerciários de São Paulo


Rua Formosa, 99 - Centro - Anhangabaú - São Paulo/SP - 01049-000 - Tel.: (11) 2121-5900
ugt