FALE COM O PRESIDENTE FALE CONOSCO Facebook Twitter Flickr
UGT


Home  >  Notícias
Home  >  Notícias

NOTÍCIAS

Pesquisa lista os setores que mais contrataram no 1º semestre de 2017


09/08/2017

Vendas, TI, marketing, farma/saúde e finanças estão entre os setores que mais contrataram profissionais no 1º semestre de 2017, segundo levantamento realizado pela Michael Page, parte do Page Group.

 

Em junho deste ano, o Brasil registrou 13,5 milhões de desempregados, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O resultado foi um pouco melhor do que os 13,8 milhões registrados em maio.

 

“Verificamos que alguns segmentos já começam a reagir. Mesmo com o cenário político conturbado, algumas empresas procuraram buscar profissionais de olho numa possível melhora da economia”, afirma Ricardo Basaglia, diretor executivo da Michael Page.

Veja abaixo os cargos mais demandados no 1º semestre:

 

Vendas

Cargo: Head of sales – Gerente comercial

Área de atuação: Tecnologia - cybersecurity

O que faz e perfil: Desenvolve relacionamento com os principais canais de distribuição e integradores de soluções. Experiência dentro do segmento de tecnologia, vendas indiretas (por meio de canais) e com sólido relacionamento com alto escalão

Salário: R$ 16 mil a R$ 22 mil

Percentual de aumento: 21%

Motivo: Mercado em franca expansão devido a carência no Brasil desse tipo de segurança.

Cargo: Gerente comercial/ gerente de novos negócios/ business development manager

Área de atuação: Indstria química

O que faz e perfil: Busca novas frentes de negócio e aplicações, principalmente nos mercados que começam a reagir positivamente à crise ou não sofreram impacto. Atuação consultiva, background técnico essencial e foco em desenvolvimento de mercado

Salário: R$ 12 mil a R$ 18 mil

Percentual de aumento: 20%

Motivo: Retomada da indústria e investimento das empresas nas áreas de negócios/frente comercial.

 

Marketing

Cargo: Gerente de marketing de performance

Área de atuação: Tecnologia e serviços em geral

O que faz e perfil: Responsável pela análise da viabilidade dos canais de comunicação da empresa, atuando com ferramentas de marketing digital. Experiência em SEM (e todas as variáveis digitais)

Salário: R$ 14 mil a R$ 18 mil

Percentual de aumento: 19%

Motivo: Mercado de digital em crescimento com abandono do modelo tradicional de marketing.

 

TI

Cargo: Head de BI e Big Data

O que faz e perfil: gestão e análise de dados com o objetivo de garantir mais eficiência e rentabilidade, e também obter insights que contribuam com a expansão do negócio. É uma posição relativamente nova no mercado, os clientes priorizam candidatos com experiência em liderança de projetos de BI e BIG Data.

Salário: R$ 20 mil a R$ 30 mil

Percentual de aumento: posição nova

Motivo: Cada vez mais serão imprescindíveis para a competitividade das empresas, e já são requisitados em tomadas de decisões, sobretudo para encontrar informações qualitativas, métricas, indicadores e as variáveis de risco ao negócio.

Cargo: Cientista de dados

O que faz e perfil: É dedicado a soluções complexas que envolvem garimpar, analisar e enxergar tendências em dados e tem a curiosidade de explorar quais são os problemas que precisam ser resolvidos. Formação em grande parte ligada à área de exatas: matemática, ciências da computação, análise de sistemas, estatística, física.

Salário: R$12 mil a R$ 15 mil

Percentual de aumento: posição nova

Motivo: As empresas estão desenvolvendo suas áreas de inteligência de mercado, CRM / DBM, análise de dados estruturados e não estruturados. Isso mostra a consolidação da área digital e tecnologia atuando diretamente no negócio das empresas.

 

Farma/ Saúde

Cargo: Gerente comercial – promoção a saúde

O que faz e perfil: Realiza o relacionamento com empresas para promoção a saúde de seus funcionários, com foco em redução de sinistro e absenteísmo. Além de promover melhora significativa na qualidade de vida do colaborador. Consequentemente, impactando nos resultados operacionais da empresa. Conhecimento sobre projetos de promoção a saúde e gerenciamento de crônicos, importante ter experiência em análise de risco, formação técnica em saúde é solicitado.

Salário: R$ 12 mil a R$ 25 mil

Percentual de aumento: 20%

Motivo: Mercado de saúde em fase de profissionalização, com a entrada de investimento no setor, fundos de investimentos se interessando cada vez mais pelo segmento, e abertura de capital para investimento ou venda possibilita estas mudanças. E a busca de qualidade de vida e redução de custos corporativos, são fatores importantes para esta tomada de decisão.

 

Cargo: Diretor/gerente geral – hospital e clínicas

O que faz e perfil: Realiza a gestão geral da unidade de negócios (seja hospital ou clinicas), realizando desde a prospecção de novos clientes posicionamento no mercado até a gestão da operação (revisão de processos assistenciais, segurança do paciente, qualidade de atendimento, certificação e acreditação). Responsável pela parte estratégica do negócio (expansão, perfil de mercado, novos negócios). Conhecimento sobre o mercado de serviços em saúde em geral, especialização em administração hospitalar e formação técnica em saúde tem sido um dos grandes diferenciais. Apresentando um bom perfil analítico e de processos.

Salário: R$ 17 mil a R$ 28 mil

Percentual de aumento: 30%

Motivo: Oxigenação pós crise e melhoria de qualidade, são os principais motivos. O aumento da profissionalização no setor e da redução de custos no mercado possibilitou aumento de concorrência. O cliente está mais exigente em relação a qualidade.

Cargo: Gerente de acesso

Área de atuação: Indústria farmacêutica e dispositivos médicos

O que faz e perfil: Desenvolve e implementa estratégias de acesso com aos gestores de saúde dos mercados público e privado, com o objetivo de minimizar as barreiras de acesso dos pacientes aos produtos da empresa. Inclusão e padronização de medicamentos nas esferas governamentais; processos licitatórios, pregões diretos e indiretos, pregões presenciais e eletrônicos; padronização e vendas dos produtos no mercado hospitalar e Incorporação de produtos estratégicos nas Operadoras de saúde. Conhecimento técnico sobre os produtos, domínio de políticas públicas e privadas. Ter um perfil com boa habilidade de relacionamento é fundamental para o perfil.

Salário: R$ 18 mil a R$ 28 mil

Percentual de aumento: 17%

Motivo: Interesse das indústrias de penetração e estabelecimento no mercado (tanto o público como também o privado).

Cargo: MSL (Medical Science Liaison)

Área de atuação: Indústria farmacêutica e dispositivos médicos

O que faz e perfil: Mapeia e dá suporte aos médicos líderes de opinião. Promove o conhecimento científico e viabiliza o elo entre médicos e indústria. Desenvolve e ministra treinamentos, além de apoiar a área vendas. Profissional com formação na área da saúde e um conhecimento cientifico muito alto.

Salário: R$ 12 mil a R$ 15,5 mil

Percentual de aumento: 25%

Motivo: O profissional tem uma participação grande no desenvolvimento e introdução de novos produtos ao mercado.

 

Serviços Financeiros

Cargo: Gestor de marketing digital

O que faz e perfil: Elabora, executa, acompanha e apura resultados de plano geral de marketing para plataformas digitais, como internet e mobile. Conhecimento sobre técnicas de marketing através de mecanismos de buscas, redes sociais, campanhas e branding através das plataformas digitais.

Salário: R$10 mil a R$ 15 mil

Percentual de aumento: 50%

Motivo: Mercado de serviços financeiros está se “digitalizando”, o que justifica o crescimento das “Fintechs”. O consumidor está cada vez mais habituado com as ferramentas de tecnologia e com uma experiência de consumo mais inovadora.

 

Fonte: G1

 


Categorizado em: Geral,



logo

Sindicato dos Comerciários de São Paulo


Rua Formosa, 99 - Centro - Anhangabaú - São Paulo/SP - 01049-000 - Tel.: (11) 2121-5900
ugt