UGT


Home  >  Notícias
Home  >  Notícias

NOTÍCIAS

Caso a reforma trabalhista, que inclui a mudança do cenário sindical, seja aprovada, haverá mais dificuldade nas negociações


19/07/2017

 

 

O Sindicato dos Comerciários de São Paulo, filiado à UGT (União Geral dos Trabalhadores), está na luta incansável contra as propostas do governo que sufocam o movimento sindical e prejudicam os trabalhadores.

 

 

O que o governo prega é o fim da contribuição sindical, um alvo para enfraquecer o sindicalismo, mas quem irá enfraquecer serão os trabalhadores, que ficarão sem nenhuma representatividade.

 

O Sindicato também pratica o assistencialismo que o Estado não tem condição de dar. Para você ter uma ideia, em 2016, atendemos 213 mil pessoas na área médica/odontológica da entidade. Você sabia que o Sindicato dos Comerciários é o único no Brasil que possui o aparelho de mamografia e já salvou vidas com a prevenção e tratamento do câncer?

 

 

    

Mamo

 

Além das áreas específicas na defesa da mulher, da diversidade e da inclusão da pessoa com deficiência, o Sindicato também investe na educação, ministrando cursos de inglês, espanhol, LIBRAS, informática, rotinas administrativas, além de aulas de música (teclado, violão e cavaquinho), dança de salão, yoga, espaço para atividade física, etc.

 

     

 

A contribuição sindical serve para manter toda essa estrutura da sede, das oito subsedes, do Ambulatório Médico/Odontológico, além do lazer no Clube de Campo em Cotia e na Colônia de Férias na Praia Grande.

 

 

 

É a sua contribuição que estabelece todos esses serviços, mas, sendo a reforma trabalhista aprovada, o Sindicato deixará de poder prestar esses serviços, pois não terá os recursos necessários para atender a categoria. Por isso, a sua contribuição não será obrigatória, mas, com certeza, você continuará contribuindo por saber da importância do Sindicato.

 

A atuação do Sindicato é forte na batalha pelo trabalho decente e pela justiça social. Embora o Projeto de Lei ainda esteja em votação, se aprovado, o Sindicato terá que reconstruir toda a estrutura, o que será um retrocesso de tudo que já foi conquistado pelo sindicalismo brasileiro.

 

TODA ESSA ESTRUTURA COLOCADA À SUA DISPOSIÇÃO E OS BENEFÍCIOS QUE VOCÊ, COMERCIÁRIO(A), RECEBE, JUNTO COM SEUS DEPENDENTES, ESTÃO SERIAMENTE AMEAÇADOS. A REFORMA TRABALHISTA, NOS MOLDES EM QUE FOI ENCAMINHADA AO CONGRESSO, VAI RETIRAR RECURSOS DAS ENTIDADES SINDICAIS, OBRIGANDO O SINDICATO A REVER A CONTRIBUIÇÃO QUE VOCÊ DESTINA À ENTIDADE. POR ESSA RAZÃO, 

É NECESSÁRIA MUITA LUTA PARA EVITAR QUE ISSO OCORRA.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 





logo

Sindicato dos Comerciários de São Paulo


Rua Formosa, 99 - Centro - Anhangabaú - São Paulo/SP - 01049-000 - Tel.: (11) 2121-5900
ugt